sábado, 25 de novembro de 2017

Eu nunca serei sua

     Nunca mais serei sua. Não porque você não me quer mais, não é apaixonado por mim. Nunca serei sua porque eu não quero mais ser sua.
     Não quero mais noites em claro pensando em como tudo podia ter acontecido. Não quero mais pensar em como você foi um cavalheiro em uma única ação, enquanto nas outras tantas atitudes tomadas, agiu como um verdadeiro idiota.
     Não quero mais perder meu tempo pensando se você sabe a minha música favorita, o meu filme favorito, meu autor e poeta preferidos. Não quero mais perder meu tempo pensando nessas coisas, simplesmente porque sei que você não "perdeu" o seu tempo querendo saber nenhuma delas (mesmo eu falando sobre as mesmas constantemente).
     Não quero mais ter que aguentar o frio na barriga e a ansiedade antes de te ver a noite, porque, do fundo do meu coração, eu não acho que você mereça isso. Não acho que você mereça minhas noites e nem momento nenhum do meu dia. Não acredito que você sequer se importe com meus dias, já que você nunca nem ao menos perguntou sobre eles.
     Não culpe seu cotidiano corrido que não te deixa prestar mais atenção em mim, muito menos a sua memória horrível que não se recorda das coisas que eu te falei algum dia. Não procure se desculpar. Afinal de contas, você já tentou se desculpar muitas vezes por muitos motivos.
     Não te pertencerei, principalmente, porque você não me acompanhou, mesmo dizendo que estava do meu lado, nesse processo de mudança que venho sofrendo há um tempo. Você sequer percebeu que eu amadureci. Você ao menos notou que começou a se relacionar com uma pessoa e agora se relaciona com outra completamente diferente.
     Continuo sim sendo a menina que queria mudar o mundo. Continuo com meus principais sonhos. Continuo em minhas raízes. O que mudou foram as folhas e as flores que em mim florescem. Depois dessa mudança que você não percebeu que aconteceu, eu me tornei alguém mais calma com a vida. Ainda não sou totalmente tranquila, mas comparando com a pessoa que eu era anos atrás, hoje eu sou incrivelmente mais doce e calma.
     Mas a maior mudança que ocorreu em mim nesses últimos tempos é que eu tenho me emponderado. Hoje percebo que não posso me dar a ninguém se não for minha primeiro, e talvez esse tenha sido meu erro com você. Pertenci a você antes de pertencer a mim. Agora, depois de refletir por um tempo, retomo as rédeas de mim mesma e digo que hoje eu sou minha. Talvez daqui um tempo eu seja de outro alguém, mas hoje, meu querido... hoje eu sou completamente dona de mim. E pronta para nunca mais ser sua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário