quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Eles não voltarão

"Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fez ela se afastar
Mas ela vai voltar"

 Não. Ela não vai voltar. Eu sinto muito por tudo o que vocês passaram, mas ela não voltará. Eles nunca voltam. E se voltam, não são mais iguais a antes quiçá melhores do que antes.
 Eu sei que você se arrepende de cada coisa que você fez que a tenha feito sair de sua vida com a promessa de nunca mais voltar, mas infelizmente as coisas não se concertam fácil assim.
 Eu te entendo, juro. Eu também me arrependo de cada coisa que o tenha feito ir embora e, quem sabe, se arrependido de ter dito o primeiro “Oi”. Eu errei, você errou, ela errou e ele errou. Todos nós erramos de alguma forma. Mas o meu e o seu erro foram maiores a ponto de fazer com que nossos amores saíssem de nossas vidas, levando consigo a luz colorida que nos iluminava os dias e as noites.
  Eu sei que a culpa de aquela mensagem ter sido enviada não foi totalmente sua. Eu sei que você foi pedir desculpas na melhor das intenções, mas infelizmente você fez a coisa errada, no momento errado e com as intenções certas. A vida tem dessas coisas, eu sei.
  Eu sei o que você está passando. Você perdeu a pessoa amada para outro alguém e você sabe que cigana nenhuma poderá trazer seu amor em seis dias. Mas lá no fundo de seu coração, você ainda tem uma ponta de esperança de que ela volte. É bom que continue com essa esperança, pois em momentos de tristeza, ela pode te ajudar muito. Mas seja racional. Ela não volta mais.
  Você já chorou, ouviu as músicas que te lembram dela e quem sabe, você já fez uma pasta só com músicas que te marcaram com relação a ela. Eu sei que você fez isso, pois eu já fiz. Hoje, eu não abro essa pasta a não ser em momentos específicos, como quando eu entro em uma abstinência ou crise de choro, portanto, não o condenarei por tal ato. Muito pelo contrário, te desejo muitos momentos para abrir esta pasta e a ouvir de cabo a rabo milhões de vezes. Chorar cura as feridas do coração, alivia a alma e nos mostra que estamos vivos. Mas, infelizmente, você pode ouvir sua playlist que leva o nome dela durante quinze anos e ela não voltará para você.
  Eu sei que você daria de tudo para ter de volta o prazer de ouvir a voz dela antes de dormir e não só por antigas gravações. Eu sei que se você pudesse, ela estaria morando junto a você e não fora de sua casa e de seu coração. Eu sei como você se sente, mas saiba que ela não vai voltar. E se voltar, a voz dela, os olhos, os jeitos... Tudo estará diferente.
  Eu sei que dói ouvir isso, mas você sabe que é a verdade. Eu também sei que é a verdade, caro amigo. E eu quanto você sabemos que nenhum dos dois vai deixar de sofrer pelos nossos amores tão cedo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário