segunda-feira, 11 de maio de 2015

Carta para uma mãe.

Mãe,
 Eu não faço a menos ideia de como escrever isso para você já que tenho muito a te falar. Uma carta e algumas lágrimas não seriam o suficiente para tudo o que tenho a te falar nesse dia.
 Eu sei que tenho passado um longo tempo sendo uma péssima pessoa. Um péssimo filho. Mas eu queria que você soubesse, antes de qualquer coisa, que eu te amo e que eu posso estar longe, mas você sempre estará comigo. Guardadinha dentro de meu coração.
 Eu queria te agradecer por tudo o que me fez nessa vida. Obrigado por ter me colocado ao mundo e por ter aceitado a missão de ser minha mãe. Eu sei que não tem sido fácil, mas muito obrigado. Mesmo.
 Desculpe-me por tudo, mãe. Desculpe-me pela dor torturante que você sentiu ao me trazer para o mundo e pelas dores de cabeça que te trouxe quando eu era menor.  Perdoe-me pelas crises da adolescência. Mesmo eu sabendo que você não tinha nenhuma culpa do que estava acontecendo, eu lhe tratei mal diversas vezes e você não virou a cara para mim nenhuma delas.
 Eu gostaria muito de saber sobre o dia em que nasci. Mais precisamente sobre o momento exato em que você me viu pela primeira vez. Não sei exatamente como é, mas sei que deve ter sido um momento feliz. Seu filho nos seus braços... É. Deve ter sido um momento memorável.
 Não sei como você aguentou toda essa “barra” de ser mãe, esposa, filha, dona de casa, etc tudo ao mesmo tempo. Eu realmente te admiro muito por isso.
 Eu tenho muito a te falar, mas eu não sei como expressar. O que resume tudo o que tenho pra dizer é um simples e sincero: Eu te amo, mãe.
 Obrigado por tudo. Eu realmente te amo apesar de tudo.
 De seu filho meio rebelde e sortudo por ter a melhor mãe do mundo.


“Obrigada por, pelo menos tentar, ter paciência comigo e por aguentar meu gênio forte. Sei que não é fácil lidar comigo, e me sinto mal por te responder de forma ranzinza o tempo todo, mas não consigo controlar. Obrigada por tudo, eu te amo.” – L.R

“Desculpa por ser chata, por ser respondona e tudo mais. Admiro muito o quanto você lutou e luta por tudo que quer. Obrigada por me mostrar que posso ser forte e independente. Eu te amo.” – S.M

“Pra minha mãe qualquer declaração seria pouco. Mas eu agradeceria pela companheira que ela é, pelo cuidado, os conselhos, por abrir mão de algo ou de alguma situação por mim, como já aconteceu. Acho que seria o mínimo.” – M.C


“Calma e paciência, tudo vai dar certo. Não se esgote com tanta facilidade, pois nem tudo depende de você. O mundo já se complica tanto por si só, não precisa de ajuda, fique aqui comigo para ficarmos confortáveis até o dia que não pudermos mais.” – B.S

Um obrigada especial para todas as mães desse mundo. 
Obrigada por fazerem dele o que ele é hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário