terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Tô com uma Saudades de você...

 Sei que já falei sobre quase tudo. Sei que já explorei a maior parte dos meus amores e de minhas dores. Sei que eu vou provavelmente estar repetindo algum assunto anterior, já dito por mim em algum lugar. Mas eu realmente preciso dizer isso.
 Eu estou com uma Senhora Saudade de você.
 Com os dois “S” maiúsculos, assim como o sentimento.
 Eu sinto falta de tudo. Das nossas conversas, dos nossos risos, dos nossos segredos, dos nossos ciúmes... De tudo.
 Sinto falta de ouvir, ou melhor, ler, seus conselhos dizendo-me para ter calma e esquecer tudo, pois uma hora aquilo ia passar. E, olha! Você estava certo. Passou... Assim como você.
 Eu sinto falta de ter você aqui para conversar e contar meus problemas que, ultimamente, vieram a tomar proporções realmente loucas.
 Eu sinto falta de quando você me contava seus segredos e eu os colecionava. Não é mais assim, não é mesmo?
 Eu sinto falta do brilho do seu olhar e do jeito que você repetia o apelido que você criou para mim...  Eu sinto sua falta, pô!
 Sinto falta de receber mensagens suas no meu celular e realmente conversar contigo. Não ter barreiras entre a gente. Não ter filtros nos meus sentimentos e no que eu falava para você.
 Eu sinto sua falta e eu não sei qual o motivo de você não ter vindo me dar um abraço agora para a gente reatar o que tínhamos.
 Sei que eu estou em um momento meu agora e que eu avisei que não me importaria mais com você tanto assim. Mas quando entrei nessa vibe e comecei a aproveitá-la mais, percebi que eu, querendo ou não, sentiria mais do que se eu estivesse presa a alguém.  
 E uma das coisas que eu sinto agora é saudade de como tudo era antes.
 Não é só de você. É de tudo mesmo.  Mas esse “de tudo” poderia ser resolvido se você e eu ainda tivéssemos aquela nossa relação. Aquela relação que ninguém entendia e que era um tipo só nosso.  Mas que eu e você administrávamos muito bem.
 Enfim, eu estou com muitas saudades de ti. Mesmo você não sentindo nada por mim.

 E eu juro que vou tentar superar isso. Mas se não der... Eu sinto muito, mas você vai virar assunto de outro texto meu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário