terça-feira, 15 de julho de 2014

Uma pequena lição de moral.

     Sabe aquele frio na barriga que a gente sente quando esta apaixonada?
     Sabe aquelas borboletas que se atrevem a voar em nosso estômago quando a gente vê o moço ou a moça querida?
     Sabe o amor que às vezes escorre por nossos lábios quando falamos com a pessoa amada?
     Sabe todas as noites que ficamos acordadas pensando em cenas que nunca vão acontecer com a gente?
     Sabe quando a gente se assusta e pensa: Caramba! Estou mesmo gostando dele (a)!
     Sabe quando a gente para toda uma conversa entre amigos e começa a falar daquela pessoa?
     Sabe quando você escuta uma música e se pega pensando na pessoa que ama?
     Sabe todas as sensações que um amor pode, ou melhor, deve proporcionar a alguém?
     Você nunca me proporcionou essas sensações. E é bem provável que não proporcione a ninguém. Nem a essa sua “ficante” do momento.
     Você só acha que faz alguém se sentir assim, mas, meu bem... Não faz.
     Você age como se arrasasse corações e como se todas as garotas no mundo quisessem um pedaço seu.  Mas, a verdade é que você não é e nem merece as qualidades dadas a você.
     Eu espero que alguém um dia, lhe fale que você não é isso. Não sei se conseguiria ser mais do que isso ou pior, mas, você com a absoluta certeza não é nada do que pensa que é.
     Você não merece o meu amor e nem o de ninguém.  Aliás, você não quer amor não é mesmo? Você só quer uma idiota para passar uma noite com você. 

     Eu realmente espero que você um dia descubra por conta própria que você não é tudo isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário