quinta-feira, 3 de abril de 2014

Dores e amores.


      E mais uma dor que vem para atrapalhar a minha felicidade...
     Culpa de seu amigo. Ele pode não ter feito por mal, mas, fez e é improvável que você esteja agindo assim por causa dele. Ou esta... Eu não sei.  Eu nunca sei nada sobre você não é mesmo?! Tudo o que eu sei é que você nunca é o mesmo durante uma semana ao menos.
    Amigo em um dia, frio no outro... Conversa comigo um dia e me ignora completamente no outro (não completamente, mas, isso faz parte de meu drama).  Você deveria ao menos ser mais compreensível e sensível quando se trata do meu coração.
    Pior do que o cara de antes das férias de Julho, você conseguiu ser.  Pisou nas minhas expectativas e em minhas ilusões.
   Sei que não existe um “nós” entre a gente, mas, pra mim pode existir um nós e existe um nó em minha garganta que às vezes pede para ser desenrolado... Pela minha falta de coragem desenrolo esse nó com a escrita... Que provavelmente você nunca lerá...
  Sinto muito se te magoei ou se fui pesada de mais com meu amor por você. Tenha a absoluta certeza de que não foi proposital. Tudo o que eu menos queria era mais uma separação entre nós... Sinto muito se lhe machuquei essa não foi a minha intenção.
  Esse texto no futuro poderá ser inútil já que é só um desabafo momentâneo de uma pessoa que sofre de amores. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário